Assembleia Legislativa instala Conselho de Ética e debate questão hídrica na sessão desta quarta

Assembleia Legislativa instala Conselho de Ética e debate questão hídrica na sessão desta quarta

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira (20), a Assembleia Legislativa da Paraíba, o presidente da Casa, Adriano Galdino, anunciou a instalação do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, citando o deputado João Gonçalves como presidente e os demais integrantes titulares: Inácio Falcão, João Bosco, Jeová Campos, Edmilson Soares, Camila Toscano e Renato Gadelha. Ainda na sessão, os deputados discutiram a temática da seca e fizeram cobranças por recursos e ações do Governo Federal.

O deputado Frei Anastácio destacou a importância do pronunciamento feito pelo presidente Adriano Galdino, na última terça-feira (19), no qual cobrou do Governo Federal recursos para obras emergenciais e estruturantes no Estado.
O deputado Nabor Wanderley trouxe sua preocupação com a estiagem na Paraíba e na região de Patos. “Precisamos fazer um movimento mais forte que cobre do governo federal medidas emergenciais”, declarou.

No entendimento de Anísio Maia, é necessária uma luta mais forte por mais recursos do governo federal para obras e ações hídricas. O parlamentar avalia que a bancada federal paraibana deve ser unida na luta por recursos para a Paraíba e não com medidas individuais. “Já está na hora de enterrar a indústria da seca ainda existente entre nós”, pontuou.

Os deputados Jeová Campos e Janduhy Carneiro comunicaram os compromissos que têm nesta quarta-feira em Recife, com o Exército e na próxima semana, em Brasília, com outros parlamentares, para a entrega do relatório da Frente Parlamentar da Água a diversas autoridades.

O líder do governo na ALPB, Hervázio Bezerra, destacou a importância do encontro dos governadores nesta que acontece nesta quarta-feira em Brasília, no Senado. “Nessa reunião de hoje nós temos que criar uma expectativa no sentido de que a presidente Dilma atenda os apelos do Nordeste, porque até agora as ajudas têm sido irrisória”, disse.

Telefonia Móvel

O deputado João Gonçalves anunciou que nesta quinta-feira (21) os trabalhos da CPI da Telefonia Móvel acontecerão na cidade de Patos, e que já foram realizadas nove reuniões. “Eu peço a vocês da mídia que convoquem o povo para denunciar o descaso das operadoras de telefonia móvel”, conclamou o parlamentar.  O deputado destacou ainda o apoio do presidente Adriano Galdino aos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga os serviços das operadoras no Estado.

Meio Ambiente

O deputado Ricardo Barbosa propôs uma sessão especial para discutir projetos de contenção e recuperação sobre a erosão da falésia do Cabo Branco. “Se a erosão continuar dilapidando a barreira do Cabo Branco, perderemos em breve o ponto mais oriental das Américas”, alertou. Branco Mendes também demonstrou sua preocupação com a erosão da barreira do Cabo Branco e sugeriu que todas as esferas de governo devem agir para fazer intervenção e amparar aquele ponto turístico.

Ordem do Dia 

Durante a Ordem do Dia desta quarta-feira (20), os deputados aprovaram um total de 31 matérias versando sobre vários temas. Entre esses, quatro requerimentos incluídos na pauta, dentre os quais um do deputado Jeová Campos para o relatório da final da Frente Parlamentar da Água, que será apresentado e analisado na sessão desta quinta-feira (21), podendo receber emendas.

De propositura do presidente Adriano Galdino foi aprovado requerimento solicitando que a secretária de Estado da Saúde, Roberta Abath, receba em audiência os profissionais de saúde do Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, de Campina Grande.

De autoria da deputada Estela Bezerra, foram aprovados requerimentos de Votos de Aplauso ao governador Ricardo Coutinho, pela criação e implantação do Programa SOS Mulher,  na cidade de João Pessoa, em proteção às mulheres em situação de violência e pela construção e entrega do Condomínio Cidade Madura, na cidade de Campina Grande.
Ainda de Estela, foi aprovada realização de audiência pública para debater a redução da maioridade penal.

Ainda foram aprovados requerimentos dos deputados Bruno Cunha Lima, Tovar Correia Lima, João Bosco Carneiro, Daniella Ribeiro, João Henrique, Zé Paulo, João Gonçalves e Ricardo Barbosa.
 

 

 

 

Assessoria