Arthur Cunha Lima Filho assume como deputado na ALPB

Arthur Cunha Lima Filho assume como deputado na ALPB

O vereador de Cabedelo Arthur Cunha Lima Filho (PRTB) assumiu na manhã desta sexta-feira (31) na Assembleia Legislativa da Paraíba, a vaga interinamente do deputado estadual Jeová Campos (PSB), que tirou licença da Casa Epitácio Pessoa por 121 dias.  O deputado vai compor a base governista na Casa.

Após a posse, Arthur afirmou que estará ao lado dos projetos que beneficiarem a população da Paraíba e que vai conversar com o deputado Jeová Campos para participar da Frente Parlamentar das Águas. Ele informou que já está preparando a apresentação de dois projetos na ALPB, um sendo para implantação de uma escola técnica no município de Cabedelo e outro para transformar a cidade portuária em patrimônio turístico do estado.

Sobre a ação que o Ministério Público do Estado promete ingressar na Justiça, o deputado Arthur demostrou tranquilidade. "Independente da causa própria, a Constituição diz que não pode ter dois mandatos titulares. Não vejo motivo para não assumir o mandato interinamente. Já temos ponto pacífico em vários tribunais do país", disse. Ele também prometeu recorrer, caso a Justiça decida em favor do Ministério Público ao acreditar que o assunto irá chegar a instâncias superiores.

O prefeito de Cabedelo, Leto Viana e o pai do deputado, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Arthur Cunha Lima participaram da solenidade de posse. "É uma carreira que orgulha o pai efetivamente, que já foi desta Casa, e o mérito dele de ter os seus 19 mil votos, que agradece ao povo da Paraíba, que conseguiu coloca-lo não como titular, mas de suplente e surgiu a oportunidade de mostrar ao estado o que pode fazer", disse o conselheiro do TCE.

Arthur Cunha Lima Filho é o segundo suplente na coligação PSB/DEM/PDT/PRTB/PR. O primeiro é o líder do governo, Hervázio Bezerra (PSB), que assumiu o cargo de Lindolfo Pires (DEM), licenciado para ocupar a Secretaria de Representação Institucional em Brasília.

Jeová Campos justificou que seu pedido de licença será para tratar de problemas de saúde. Ele terá que passar por exames médicos e deverá se submeter a uma cirurgia. Além de Jeová Campos, se afasta da ALPB também, mas sem pedir licença, o deputado Ricardo Barbosa, que passará por uma cirurgia para tratar a próstata. 

 

 

 

 

Assessoria