Arábia Saudita prende 431 suspeitos de pertencer ao Estado Islâmico

Arábia Saudita prende 431 suspeitos de pertencer ao Estado Islâmico

  A Arábia Saudita prendeu 431 pessoas suspeitas de pertencerem a células do Estado islâmico, evitando ataques a mesquitas, forças de segurança e uma missão diplomática, informou o Ministério do Interior neste sábado (18).

"O número de pessoas presas até agora soma 431, a maioria deles cidadãos, além de participantes de outras nacionalidades. Seis operações suicidas sucessivas que miravam mesquitas na província oriental em cada sexta-feira, combinadas com assassinatos de homens da segurança, foram evitadas", diz o comunicado publicado na agência oficial de notícias SPA.

"Planos terroristas para atingir uma missão diplomática e instalações de segurança e do governo na província de Sharurah, além do assassinato de homens da segurança foram impedidos", disse.

 

 

 

 

G1