Após exoneração de Léa, Carlos Antônio descarta racha com RC

Após exoneração de Léa, Carlos Antônio descarta racha com RC

O ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio, descartou, em contato com o Portal MaisPB, nesta quarta-feira (4), a possibilidade de vir a romper politicamente com o governador Ricardo Coutinho, do PSB, por conta do episódio que culminou com a exoneração da sua aliada Léa Silva, da Casa Civil do Governo.

Questionado se já havia escolhido outro nome para ocupar o cargo, já que a indicação de Léa Silva havia sido feita por ele, Carlos Antônio disse, que apesar de ter conversado com Ricardo Coutinho sobre o assunto, não está preocupado com o preenchimento da vaga.

Segundo ele, a escolha caberá ao governador,que decidirá sobre a substituição no momento que julgar oportuno. “Conversamos com o governador, mas temos deixado ele à vontade para decidir, até porque o cargo pertence a ele, e ele faz do cargo que entender melhor”, afirmou.

Sobre o processo que resultou na saída de Léa Silva do governo, Carlos Antônio disse que o que houve na verdade foi uma interpretação errada dos acontecimentos, mas como “caiu na mídia” a exoneração da ex-auxiliar acabou sendo inevitável.

 

 

Cristiano Teixeira – MaisPB