Após ameaças, deputado pede proteção policial para relator de processo contra Eduardo Cunha

Após ameaças, deputado pede proteção policial para relator de processo contra Eduardo Cunha

O deputado federal Sandro Alex (PPS) pediu proteção policial ao colega Fausto Ruy Pinato (PRB), que relata o processo contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB). Segundo Sandro, o relator teria sofrido ameaças após dar continuidade à denúncia que pode resultar na cassação de Cunha.

Vice-presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, o deputado de Ponta Grossa se dirigiu a Cunha e cobrou a ‘preservação da dignidade do mandato parlamentar’. “Compete ao Conselho zelar pela preservação da dignidade do manto parlamentar. Eu questionei o relator, deputado Pinato, se ele ou alguém de sua família sofreu qualquer tipo de constrangimento ou ameaça nos últimos dias, e ele me disse que si”, disse, durante a sessão da última quinta-feira. “Então requeiro à vossa excelência (Cunha) que designe segurança ao relator”, completou.

Em resposta à questão de ordem levantada por Sandro, o presidente da Câmara encaminhou um ofício ao Ministério da Justiça. Além da proteção policial a Pinato, Cunha solicitou a instauração de um inquérito para apurar as ameaças que o relator teria sofrido no decorrer do processo.

A representação contra Cunha foi instaurada pelo Conselho de Ética no início deste mês, a partir de representação encabeçada pela Rede Sustentabilidade e PSOL. A confirmação da Procuradoria Geral da República (PGR) sobre quatro contas secretas do deputado na Suíça agravou o pedido de cassação.

 

 

Jornal da Manhã