Após 40 anos separados, casal se reencontra e cruza país de Kombi

Após 40 anos separados, casal se reencontra e cruza país de Kombi

Para compensar o tempo perdido entre o namoro de menos de um ano na adolescência e o reencontro após quase 40 anos separados, o casal Ana Rita, de 52 anos, e Claudinei Dutra Vesco, de 58 anos, íniciou a uma viagem de seis meses pelo Brasil a bordo de uma Kombi 1979.

Eles estão realizando o sonho de conhecer cidades e pontos turísticos do país. A aventura teve inicio no último dia 12 e eles esperam rodar 12 mil quilômetros nas estradas pelo país.

“Sempre achei legal fazer um mochilão, mas achei que não tinha conforto nenhum. Então, há quatro anos comprei a Kombi e comecei a modficar para poder fazer a viagem, mas não sabia quando ia. Depois que reencontrei a Ana Rita, o sonho se intensificou e ela topou concretizar. Assim que aposentei começamos a viagem”, contou Vesco ao G1.

A rota planejada pelo casal tem duração de seis meses. Eles saíram de Bragança Paulista, ondemo moram, com destino a Barreirinhas(MA) para conhecerem o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Nesta primeira semana de viagem eles conheceram cidades em Minas Gerais. A primeira parada foi em  Santa Rita do Sapucaí. Mas também já passaram por outros municípios como Congonhal, Poços de Caldas, São João del Rei e Lavras. Na volta, eles pretendem passar por novos destinos, como Goiás, Brasília (DF) e Goiana (PE).

Para que a viagem seja confortável e segura, a noite eles param em estacionamentos e postos de combustíveis para dormirem. O veículo foi readequado e ganhou cama, chuveiro adaptado, além de compartimentos para guardar itens pessoais e mantimentos.

Sempre que podem, eles também fazer as refeições na Kombi. “Sempre tomarmos café da manhã juntos e no almoço procuramos no alimentar com legumes e verduras. Às vezes  marmitex. Vamos nos virando, dormindo em locais mais seguros”, contou Ana Rita, que deixou o emprego de babá para viver a aventura com o marido.

Com muitas cidades e pontos turísticos para conhecer pela frente, eles contam que ficam cada vez mais empolgados com o roteiro da viagem. A companhia um do outro também é muito valorizada. “É como se fosse nossa lua de mel, estamos aproveitando a vida de casados juntos”, disse Vesco.

Para compartilhar a rotina com amigos e parentes eles criaram um grupo aberto no Facebook chamado: ‘Minha casa, minha vida na Kombi’, onde postam relatos das aventuras e as fotos dos locais visitados.

A história do casal não é nada convencional. Eles namoraram na adolescência  por cerca de oito meses, quando ela tinha 13 anos e ele 19.

“Nos separamos, seguimos nossas vidas. Eu casei, ele casou. Tive três filhos e ele quatro. Depois, já separados, sempre pensávamos um no outro até .que encontrei ele no Facebook”, contou Ana Rita.

Eles combinaram um encontro e já engataram um relacionamento. “Sempre pensei nela, foi a mulher mais bonita que já namorei”, afirmou Vesco.

Eles acreditam ainda que foram feitos um para o outro e relatam um série de ‘desencontros’ durante todos esses anos em que estavam separados. “Morávamos em São Paulo e teve uma época que eu vendia salgadinho na rua  e ela também. O primeiro filho dela  nasceu cinco dias antes que o quarto filho e no mesmo hospital. Quase nos encontramos lá. Ela trabalhou em um banco e eu em uma firma em frente”, disse o marido.

O casamento deles foi em dezembro de 2015. “Tudo está sendo muito especial. Estamos realizando todos os nossos sonhos. Agora vamos ficar juntos para sempre e até já pensando em novas viagens com a nossa companheira Kombi”, afirmou Ana Rita.

 

 

 

G1