Apesar das chuvas na região (rios e mananciais com água em abundancia), Diamante vive um drama sem água nas torneiras

Apesar das chuvas na região (rios e mananciais com água em abundancia), Diamante vive um drama sem água nas torneiras
É bastante considerável a quantidade de manifestações feitas através das redes sociais, pela comunidade diamantense. No Dia Mundial da Água, (22/03), a população da cidade de Diamante foi forçada a não desperdiçar o líquido precioso, pois o fornecimento feito pela Cagepa já havia sido cortado.
 
Em verdade, a cidade está à mercê da boa vontade do governo estadual, uma vez que a população cobra com freqüência, não só o fornecimento, mais também o tratamento da água, que atualmente é coletada diretamente do leito do Rio Piancó e liberada para o consumo, apenas com o aditivo de cloro que é feito dentro de um poço amazonas que está desativado e serve como reservatório.
 
 
Apesar das chuvas que chegaram na região desde a passagem do Dia de São José, quando segundo a crença católica o ano será promissor, e ultimamente vem abastecendo os mananciais e o Rio Piancó está em cheia, a cidade ainda está com sem água nas torneiras.

Ou seja: Quando o rio seca, não tem água, e quando o rio enche... também não tem.
 
Nos últimos dias, a população da cidade de Diamante, estimada em pouco mais de 6 mil habitantes, vem utilizando os meios de comunicação social para reivindicar este direito, já que os mesmos pagam seus impostos e contribuem com o desenvolvimento do Estado.
 
 
 
 

DiamanteOnline