Aos prantos, professora faz apelo por segurança após Escola ser invadida por bandidos em JP

Aos prantos, professora faz apelo por segurança após Escola ser invadida por bandidos em JP

Uma professora de língua portuguesa e de inglês da Escola Luiza Simões Bartolini, localizada no bairro Jardim Planalto, em João Pessoa, fez um apelo aos prantos ao governador do Estado, Ricardo Coutinho e as autoridades de segurança, após a escola ter sido invadida por bandidos armados, que renderam alunos, professores e funcionários e roubaram dezenas de celulares.

A professora conta com aconteceu a ação dos bandidos, fala do desespero dos alunos, professores e funcionários e faz um apelo por mais segurança na Escola.

“A gente sofre tanto, dá tudo de si para ver tudo se dissipando aos poucos. Peço as autoridades que nos ajudem; vocês que tem o poder nas mãos, façam alguma coisa enquanto é tempo”, desabafou.

A ação criminosa foi praticada por quatro jovens, mas apenas dois entraram no local.  Os comparsas deram cobertura. As aulas foram suspensas e deverão ser retomadas nesta terça-feira (2). 

De acordo com a polícia, os jovens chegaram em motocicletas, estacionaram os veículos e pularam o muro. A ação aconteceu logo após o intervalo, quando os alunos voltaram para as salas de aula. Os bandidos estavam armados e roubaram celulares de professores e alunos. 

Durante o assalto, duas alunas, sendo uma gestante e outra com problemas respiratórios, passaram mal e foram socorridas por unidades do Corpo de Bombeiros e do SAMU. A Polícia Militar suspeita que a ação tenha participação de estudantes da unidade que têm envolvimento com o tráfico de drogas.

 

 

 

Paraíba.com.br