Ao menos seis homicídios foram registrados na PB; pai e filho foram baleados por causa de fogos e som alto

Ao menos seis homicídios foram registrados na PB; pai e filho foram baleados por causa de fogos e som alto

A noite desta terça-feira (23), para a quarta-feira (24) dia de São João, foi violenta na Paraíba. Pelo menos 5 homicídios foram registrados.

Em Belém, Agreste paraibano, um jovem de 20 anos de idade foi morto no meio da rua São Joaquim. Ainda não há mais informações sobre o crime.

Já em Mari, uma discussão devido a fogos de artifício e som alto terminou com um homem morto e outro baleado. De acordo com informações, a vítima estava soltando fogos e com o som alto quando o vizinho pediu reiteradas vezes para que ele baixasse. Na última tentativa, o vizinho voltou com uma arma e atirou no pai e no filho. O pai morreu na hora e o filho foi atendido pelo SAMU. Não há informações sobre o paradeiro do acusado.

No alto das Populares em Santa Rita, uma mulher foi encontrada morta em plena via pública. Ela foi identificada apenas como Dayana e já era conhecida pela Polícia Militar. Os motivos do crime e a autoria ainda não foram descobertos.

Em Itaporanga, no Sertão da Paraíba, Flávio Pereira Paulo, de 29 anos, foi morto a tiros no bairro Alto das Neves, próximo a Escola Jacinta Chaves. Ele estava em uma moto quando foi atingido pelos tiros. O motivo do crime ainda é desconhecido.

Já em João Pessoa, por volta das 5h, Irismar de Araújo, 46 anos foi assassinada dentro de casa em Mandacaru. Em Alhandra, um ex-presidiário, de 32 anos, identificado apenas como Zenildo, foi morto próximo a Praça do Oiteiro.

 

 

 

 

Paraíba.com.br