Anísio rebate Gervásio, garante que PT não coligará com PMDB na proporcional e teme ‘punhalada’

Anísio rebate Gervásio, garante que PT não coligará com PMDB na proporcional e teme ‘punhalada’

O deputado estadual Anísio Maia (PT) partiu em defesa do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), e do pré-candidato a senador, Lucélio Cartaxo (PT), e rebateu as declarações do colega de parlamento, Gervásio Maia (PMDB), que acusou um auxiliar da gestão petista de trabalhar em prol das pré-candidaturas de Cássio (PSDB) a governador e de Dunga Júnior (PSDB) a deputado estadual.

“Numa prefeitura grande como a nossa, existem secretários que não vão seguir a orientação do prefeito. Isso é prova de que temos uma administração democrática, onde as pessoas são conquistadas e não obrigadas”, disse.

O petista assegurou também que a decisão do seu partido de não se coligar com o PMDB na proporcional é irreversível. “Todas as exigências do PMDB foram acatadas e agora eles vêm com mais uma, desejando que o PT rejeite o direito de ter uma bancada na Assembleia Legislativa. O PMDB deve reconhecer que nós temos esse direito. Isso é uma questão de sobrevivência do PT”, explicou.

Anísio lembrou que já havia alertado os dirigentes do Partido dos Trabalhadores acerca da conduta do PMDB. “Eu alertei várias vezes sobre a possibilidade de a chapa do PMDB não ter êxito. O PMDB já punhalou o PT e nós corremos o risco de levar outra punhalada”, declarou.

Ele ainda garantiu que o PT possui um ‘plano B’, caso a pré-candidatura de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) a governador não vingue. “Claro que temos alternativas, mas esse tema só cabe a Charliton, a Luciano Cartaxo e demais dirigentes do partido. Só ressalto que o PT cumpre até o fim com o acordo prometido, mas queremos que o PMDB cumpra sua parte”, finalizou.