Amidi formaliza mercado digital na PB e quer respeito ao setor

Amidi formaliza mercado digital na PB e quer respeito ao setor

A Paraíba já tem uma representação formal do mercado de comunicação na Internet. A fundação da Associação de Mídia Digital (Amidi), no final da tarde de ontem, fruto de pelo menos cinco reuniões prévias, oficializa a força de um meio ascendente e revolucionário.

Reunidos, os representantes dos principais portais de notícias e blogs da Paraíba pactuaram a constituição embrionária da entidade, sob o compromisso de fortalecer e ampliar a representação do segmento.

“A partir de agora, vamos ampliar esse diálogo com o setor e representação nas regiões do Estado para fortalecimento da Associação. Demos apenas o pontapé, os demais e importantes atores desse processo serão chamados para essa construção coletiva que está apenas germinando”, registrou o primeiro presidente eleito da Amidi, Fábio Targino (PBagora).

 Na fundação, a diretoria formatou e lançou Manifesto Público da Associação. Nele, a Amidi defende a conjuntura incontestável em torno dos veículos de comunicação na Internet, num cenário em que a Paraíba se destaca acima da média nacional de tempo de uso do meio, por exemplo.

“Todos os indicadores no País e no Estado comprovam o crescimento da Mídia Digital não só no componente de importância e grande atratividade social pela velocidade e interatividade de conteúdo, ultimamente ampliando-se fortemente no componente negocial, via publicidade e outros negócios ramificados”, diz o texto.

O manifesto também cobra respeito do mercado tradicional e alerta para reação a toda, por menor que seja, tentativa de desqualificação.” Neste ato de fundação, a AMIDI repele toda tentativa de desqualificação dos veículos de comunicação digital da Paraíba, venha de onde vier, e assume aqui o compromisso de, sempre que necessário, reagir à altura, coletiva e altivamente, com o devido repúdio”, acentua.

Confira o Manifesto na íntegra:

 

MÍDIA DIGITAL: CONJUNTURA, MERCADO, ÉTICA, NOVAS TENDÊNCIAS E REPRESENTACÃO

O Mercado de Mídia Digital no Mundo, no Brasil e na Paraíba vive o estagio de super-dimensionamento de realidade revolucionária na correlação sociedade – conteúdo – interatividade e comercialização em nível a exigir a urgente normatização de regras a ser referenciada por diversos agentes da representação publica e privada.

A recente pactuação dos presidentes do Brasil, Dilma Rousseff, e dos Estados Unidos, Barack Obama, de reforçar a constituição do Fórum de Governança na Internet como parâmetro do setor para todo o Mundo faz exigir que os mercados admitam e convivam com novas estruturas de representação social.

Este cenário de expansão do segmento da Internet revela que o Brasil vive registrando o crescimento do setor de Mídia Digital com a Paraíba se destacando através de diversos Portais/Sites no TOP das referências de acessos e/ou audiência no contexto nacional.

No caso específico da Paraíba, há a constatação de centenas de referências neste mercado digital, através de Portais, Sites, Blogs, etc, em todo Estado constituindo-se em realidade reconhecida formalmente ao longo dos últimos anos.

Todos os indicadores no País e no Estado comprovam o crescimento da Mídia Digital não só no componente de importância e grande atratividade social pela velocidade e interatividade de conteúdo, ultimamente ampliando-se fortemente no componente negocial, via publicidade e outros negócios ramificados.

Apesar dessa realidade insofismável, lamentamos que setores isolados e conservadores resistam ao reconhecimento de um mercado que gera empregos formais, tem ampla repercussão e eco, das redes sociais às pautas dos veículos tradicionais.

Em face deste cenário incontestável, a Paraíba passa a conviver a partir desta data com a constituição da ASSOCIAÇÃO DE MÍDIA DIGITAL, através de Conselho Consultivo, cujo objetivo precípuo é representar mercadológica e institucionalmente o setor de forma legal nunca existente, visando ainda a contribuição com a educação e reciclagem permanente do setor, preservando valores éticos na relação também com a sociedade.

Neste ato de fundação, a AMIDI repele toda tentativa de desqualificação dos veículos de comunicação digital da Paraíba, venha de onde vier, e assume aqui o compromisso de, sempre que necessário, reagir à altura, coletiva e altivamente, com o devido repúdio.

O mercado tradicional, o meio publicitário e as instituições públicas não podem e nem devem fazer vistas grossas a este ambiente de ebulição na Internet. Disponíveis à boa convivência, o mínimo que se reivindica é o reconhecimento e a justa e legal participação proporcional na distribuição técnica das verbas institucionais e privadas.

A constituição legal desta entidade significa a contribuição das Empresas do setor de âmbito estadual para contribuir com o mercado, as agências de propaganda e Poderes constituídos na instrução e melhoria da co-existência de uma representação eleita democraticamente e com notório conhecimento do mercado, visando oferecer aos demais segmentos de Público e Privado as referências e balizamentos exigidos pela nova ordem conjuntural.

Quem tenta negar ignorar a onda real da comunicação interativa e ágil na Internet, está desavisadamente nadando contra uma maré de grandes proporções, correndo o risco de afogamento, por imperícia ou presunção.

Diante deste contexto, a AMIDI se apresenta a partir desta data como única representação estadual do segmento colocando-se junto ao próprio meio e sociedade como canal de sustentação desta nova correlação mercadológica e institucional. Estamos de mãos estendidas para ampliação e construção de uma nova fase e tempo.

João Pessoa, Paraíba, 1º de julho de 2015.

Presidente: Fábio Targino (PBagora)

Vice-presidente: Heron Cid (MaisPB)

Secretário-geral: Gutemberg Cardoso (Polêmica Paraíba)

Vice-presidente de Web Rádio/TV e Perfil de rede social: Fabiano Gomes (Blog do Gordinho)

Vice-presidente de Sites: Walter Santos (Wscom)

Vice-presidente de Blogs e Vlogs: Sávio Loureiro ( Clickpb)

Tesoureiro: Hyttalo Hallef (Blog do Dércio).

 

 

 

MaisPB