Aliados de Cássio e Dinaldo são exonerados de cargos do Estado na cidade de Patos

Aliados de Cássio e Dinaldo são exonerados de cargos do Estado na cidade de Patos

Está declarada a ruptura total entre Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB). Há alguns meses vem se desmoronando o fim da aliança que elegeu Ricardo Coutinho como Governador da Paraíba e Cássio como Senador no último pleito eleitoral para os referidos cargos.

O embate político ficou notório tendo início na cidade de Patos onde o PSDB realizou na última sexta-feira, dia 21, sua 1ª consulta aos filiados do PSDB sobre candidatura própria ou não. Após o encontro, o Diário Oficial da Paraíba trouxe exonerações de aliados de Cássio e do ex-deputado Dinaldo Wanderley (PSDB).

Geminiano Raimundo de Lucena “Touro”, João Carlos da Silva Pereira “João da Água”, Keyla de Lacerda Brandão, Clédna Pereira Monteiro e Iana Carla Siqueira Medeiros foram exonerados de cargos que ocupavam em órgãos da saúde do Governo do Estado da Paraíba na cidade de Patos.


Fontes ligadas ao ex-deputado Dinaldo Wanderley dão conta de que espiões estariam vigilantes para todos que compareceram ao Hotel JK, local onde se realizou a consulta do partido, e na Associação Comercial e Industrial de Patos (ACIAP) que sediou a coletiva com a imprensa e os dirigentes do PSDB.

Críticas de Cássio ao Governador Ricardo Coutinho, reuniões com lideranças, aproximação do PSDB com partidos de oposição ao Governo do Estado, além de muitas especulações sobre as eleições de 2014, estão movimentando o racha entre PSDB e PSB que ao que tudo indica não será sanado de forma alguma.

 

Fonte: Patosonline.com