Aliado histórico, deputado Carlos Dunga revela mágoa de Cássio

Aliado histórico, deputado Carlos Dunga revela mágoa de Cássio

O deputado estadual Carlos Dunga (PTB), que não conseguiu eleger o filho Dunga Júnior (PSDB) para uma das 36 vagas da Assembléia Legislativa da Paraíba (ALPB) na eleição do último domingo (05), revelou mágoa do senador e candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB), por não ter, segundo ele, "recebido sequer uma ligação de agradecimento do tucano após o pleito".

“Até agora não recebi nenhum posicionamento dele. Nenhum agradecimento mesmo dos votos que pude levar para ele e para o filho dele – o deputado federal eleito Pedro Cunha Lima”, disse.

O parlamentar fez questão de agradecer o empenho da militância de sua base eleitoral que garantiu uma boa votação a Dunga Júnior e a vitória do senador Cássio, a exemplo dos municípios de Boqueirão, Alcantil, Juazeirinho, Caturité e Barra de Santana.

Dunga Júnior obteve 14888 votos e Carlos Dunga disse que o distanciamento não deve ser da parte de Cássio e sim seu, pois seu peso eleitoral não deve ser conveniente para a procura do senador. “Mas, isto não me afeta em nada”, completou.

Apesar da queixa, o deputado disse que não pretende retirar o apoio do tucano no segundo turno das eleições. “Não sai, nem pretendo sair, estou firme com ele. Estarei com ele e espero que dê certo no segundo turno”, afirmou.

Cristiano Teixeira - MaisPB