Alegando calúnia, difamação e agressões verbais, deputado Zé Aldemir impetra dez ações contra o ex-prefeito Carlos Antônio

Alegando calúnia, difamação e agressões verbais, deputado Zé Aldemir impetra dez ações contra o ex-prefeito Carlos Antônio
 Após o ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio, dar entrevistas em veículos da imprensa sertaneja nos últimos dias, se pronunciando sobre as graves denúncias feitas contra ele pelo deputado José Aldemir (PP), que o acusou de comandar a Operação Andaime, o deputado informou que entrou com dez ações na Justiça contra o ex-gestor.
 
Zé Aldemir alegou que foi difamado e agredido verbalmente por Carlos Antônio. “Essas são apenas mais algumas ações contra Carlos Antônio, que já responde a diversas outras sobre, por exemplo, irregularidades com o trato do dinheiro público, são quase 100, uma a mais ou a menos não fará diferença para ele”, afirmou o deputado à imprensa.
 
José Aldemir destacou que ao invés de aproveitar o espaço da mídia para dar explicações à sociedade, Carlos Antônio preferiu utilizar-se de ataques pessoais. “De forma vergonhosa tenta me atacar com palavras e adjetivos baixos, mas em nenhum instante me atinge, não me intimida ou coloca medo, não vou me ameaçar”, garantiu Aldemir. “Carlos Antônio não agride apenas a mim, mas também a sociedade cajazeirense”, completou o deputado.
José Aldemir ainda respondeu um desafio lançado por Carlos Antônio sobre quebrar o sigilo e expor as contas à sociedade. “Eu escancaro minhas contas da forma e tempo em que Carlos Antônio quiser, agora, minha senha só dou ao gerente de meu banco ou à justiça, pois se der a ele, o pouco que tenho é capaz de ficar sem”, ironizou Aldemir.
 
Entenda: Em entrevistas à imprensa sertaneja, o ex-prefeito disse que Zé Aldemir tem usado a imprensa de Cajazeiras nos últimos meses para lhe fazer ataques pessoais. Carlos Antônio não perdeu a chance de devolver as ofensas recebidas e assegurou que nos 32 anos de política, o deputado nada levou para a Terra do Padre Rolim. Sem deixar barato, o ex-gestor cajazeirense acusou Zé Aldemir de comandar o maior esquema de corrupção da Paraíba, quando assumiu a Secretaria Geral da ALPB. 
 
Zé Aldemir e Carlos Antônio eram aliados políticos até o racha entre o senador Cássio [apoiado pelo deputado] e o governador Ricardo Coutinho [apoiado pelo ex-prefeito], nas eleições de 2014. 
 
 
 
 
 
 
(JP Barreto)