Aesa vai instalar medidores de vazão ultrassônicos no maior açude do Vale do Piancó

Aesa vai instalar medidores de vazão ultrassônicos no maior açude do Vale do Piancó
A Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), em parceria com a Agência Nacional de Águas (ANA), vai instalar, de 2 a 6 de março, medidores de vazão ultrassônicos no açude Coremas.
 
De acordo com o diretor-técnico da Aesa, Porfírio Loureiro, a medida vai permitir que o órgão faça o monitoramento do manancial de forma mais precisa. Entre as cidades atendidas pelo Coremas estão Patos, São Mamede e Condado, no Sertão do Estado.
 
De acordo com Porfírio Loureiro, o manancial conta, atualmente, com 19,2% da capacidade, o equivalente a 113 milhões de metros cúbicos.
 
 
“É uma situação que requer atenção. Por isso, vamos instalar esses medidores ultrassônicos em substituição às réguas, que não oferecem uma medição precisa. Com isso, teremos capacidade de gerenciar melhor os recursos hídricos desse reservatório, promover o uso da água com racionalização”, explicou, adiantando que “a medida ainda vai nos permitir traçar a estratégia mais adequada no combate a eventuais problemas hídricos na região abastecida pelo sistema”.
 
A expectativa da Aesa é que os principais mananciais da Paraíba ganhem medidores de vazão ultrassônicos até o fim do ano. “Firmamos parceria com a ANA para instalarmos esses medidores ao longo do ano para que possamos gerenciar melhor os nossos recursos hídricos”, destacou Porfírio Loureiro.
 
 
 
Da Assessoria