Aeroporto Castro Pinto registra crescimento de 10% nos embarques e desembarques em 2015

Aeroporto Castro Pinto registra crescimento de 10% nos embarques e desembarques em 2015

O ano de 2015 foi bastante positivo para o Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa. Segundo dados divulgados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) nesta segunda-feira (18), o movimento de passageiros (embarque e desembarque) registrou um crescimento de 10,25% em 2015 em relação a 2014.

Os números revelam que passaram pelos portões do aeroporto paraibano um total de  1.463.315 passageiros (2015) contra 1.327.284 em 2014. Em dezembro do ano passado, a elevação foi de 0,58%, com 135.287 passageiros passando pelo aeroporto. No ano passado, 725.516 pessoas desembarcaram, enquanto que outras 736.799 embarcaram.

O Castro Pinto apresentou ainda crescimento de 10,15% no número de aeronaves utilizando o aeroporto em 2015. Foram 14.644 procedimentos de voo no ano, contra 13.294 realizados em 2014. No volume de cargas o aeroporto também registrou crescimento de 26,69%, na comparação entre 2014 e 2015. O volume de cargas chegou a 2.565.360 (2015), contra 2.024.871 (2014).

A presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, ficou satisfeita com os números divulgados pela Infraero. A executiva paraibana disse que desde o início da atual gestão estadual, o governador e os representantes do trade vêm realizando um trabalho junto às companhias aéreas para aumentar a frequência de voos no Castro Pinto.  “Estivemos reunidos com os diretores das companhias aéreas e apresentamos a proposta de reduzir o ICMS para a empresa que colocasse novos voos para o Destino Paraíba e algumas aceitaram. Os resultados começam a aparecer”, afirmou.

Voos extras – Ruth Avelino lembrou que desde o dia 6 de dezembro até o próximo dia 13 de fevereiro de 2016, o Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto vai receber 223 voos extras. Todos os voos foram solicitados pelas companhias aéreas Azul, TAM e Gol e os principais destinos emissores serão Rio de Janeiro (RJ), Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF) e Salvador (BA). “Isso é uma demonstração das nossas potencialidades turísticas e de toda a nossa infraestrutura hoteleira e de serviços”, finalizou.

 

 

Secom-PB