Adolescente de 14 anos é morta com dois tiros por ex-namorado na PB

Adolescente de 14 anos é morta com dois tiros por ex-namorado na PB

Uma adolescente de 14 anos foi assassinada com dois tiros na madrugada deste domingo (6) em São Sebastião de Lagoa de Roça (Agreste do estado, a 107 km de João Pessoa). O principal suspeito do crime é o ex-namorado da vítima.

De acordo com o delegado Ramirez São Pedro, do Núcleo de Homicídios de Queimadas, o crime aconteceu horas após o suspeito ter visto a garota com outro rapaz em uma festa em um sítio da região. Ela havia terminado o namoro com ele há quatro meses e, desde então, recebia muitas ameaças.

“Eles namoraram por dois meses e há quatro estavam separados, mas o suspeito não aceitava a situação e ameaçava muito a menina. Na noite de ontem [5], ele viu ela ‘ficando’ com outro rapaz em uma festa e novamente a ameaçou, dizendo que daquela noite ela não passava. A vítima relatou a ameaça a policiais militares que estavam na festa, mas o suspeito já tinha ido embora”, disse o delegado.

Depois da festa, a garota foi dormir na casa de uma amiga. Por volta das 4h, o suspeito chegou lá e obrigou a adolescente a abrir a porta. “Ele dizia que se ela não abrisse a porta, ele iria arrombar. Ela acabou atendendo a ordem e, assim que abriu a porta, foi atingida por um tiro. Depois, já caída no chão, ela recebeu outro disparo”, explica a autoridade policial. “Ninguém mais ficou ferido e o suspeito inclusive pediu para que a amiga da vítima se afastasse, alegando que ‘o problema dele era com a ex’”, completa o delegado.

Ainda conforme o delegado Ramirez, com base no depoimento de uma irmã da vítima, o suspeito teria sido detido no Rio de Janeiro, cidade onde viveu por um tempo. A irmã da vítima disse que o suspeito tem entre 18 e 20 anos e que ela também tinha sido ameaçada por ele.

“A polícia foi até a casa do suspeito, mas ele não estava lá. Também foram realizadas buscas na região, porém sem êxito. O caso agora será entregue ao Núcleo de Homicídios de Esperança, que deve pedir a prisão do suspeito e investigar o paradeiro dele”, finalizou o delegado.

O corpo da adolescente foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

 

 

 

Paraíba.com.br