Acusado de fraudar CPI, Hervázio pede a Galdino medidas contra Dinaldinho

Acusado de fraudar CPI, Hervázio pede a Galdino medidas contra Dinaldinho

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Hervázio Bezerra (PSB), lamentou, nesta segunda-feira (11), as acusações do opositor, Dinaldinho Wanderley (PSDB), de que ele teria fraudado a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

Hervázio Bezerra considerou que as acusações de Dinaldinho são “graves” e não atinge apenas ele, mas sim, toda a mesa diretora da Casa. O socialista disse que vai pedir que o presidente da Assembleia, Adriano Galdino (PSB), tome medidas administrativas contra Dinaldinho.

“A acusação do deputado Dinaldinho é extremamente forte. Não vou nem creditar a mim ter cometido fraude porque é uma questão administrativa. Atinge a Presidência e a Mesa Diretora da Assembleia. Essa acusação não me cabe”, disse Hervázio.

De acordo com o socialista, assim como Dinaldinho, ele também tem a prerrogativa de apresentar CPIs na Casa. Sobre as acusações, ele disse que a Mesa Diretora, como foi atingida por Dinaldinho, deverá tomar as providências cabíveis.

“Se ele apresentou uma CPI eu também apresentei. Agora cabe ao presidente Adriano Galdino, administrativamente, responder e provar documentalmente”, revelou.

 

 

 

 

 

MaisPB