Ação integrada das forças de segurança prende suspeito de homicídio em São Bento

Ação integrada das forças de segurança prende suspeito de homicídio em São Bento

O trabalho integrado das Polícias Civil e Militar possibilitou a identificação e prisão de José Paulo de Lavor da Silva, 22 anos, nesta sexta-feira (1), na cidade de Patos. Ele é suspeito de cometer o homicídio que vitimou Pedro de Oliveira Soares, 22 anos, na noite anterior, em São Bento. A prisão aconteceu por conta de mandado expedido com base em investigações e provas técnicas apresentadas por investigadores do Grupo Tático Especial (GTE) da 18ª Delegacia Seccional, sediada em Catolé do Rocha.

Gilson estava no Hospital Regional de Patos e foi identificado por policiais militares que estavam no local e reconhecido por uma testemunha. “O crime aconteceu em São Bento, quando a vítima foi abordada por dois homens. Houve troca de tiros sendo que um dos suspeitos, o José Paulo, acabou atingido por um disparo. A integração das forças de segurança permitiu a reposta rápida à sociedade. A equipe da delegacia recolheu as declarações necessárias e representou pela preventiva do autor identificado, impedindo a fuga do Hospital, depois que os policiais militares tomaram ciência da entrada de um ferido à bala e uma testemunha o reconheceu como responsável pelo crime”, informou a delegada Patrícia Forny. Segundo ela, a outra pessoa envolvida no homicídio também está sendo investigada pela Polícia.

Forny ainda garantiu que a região de Catolé do Rocha é uma das prioridades da Secretaria da Segurança e da Defesa Social e em breve haverá incremento de efetivo no local. “Nosso desejo é contribuir para a pacificação social. Os servidores da nossa Seccional mostram suas qualidades a todo instante, como nesse caso, em que o GTE atuou de forma diligente e eficiente, colhendo e produzindo as provas necessárias. A equipe forma um organismo sincronizado”, ressaltou.

 
 
 
 

Secom PB