Ação conjunto da PRF com as Polícias Militar e Civil termina com diversas prisões na Paraíba

Ação conjunto da PRF com as Polícias Militar e Civil termina com diversas prisões na Paraíba

Neste sábado, (16) é comemorado o Dia Mundial da Voz.  De acordo com Cecília Cavalcanti, coordenadora do setor de fonoaudiologia do Complexo de Pediatria Arlinda Marques, que integra a rede hospitalar do Estado, por meio da voz nos expressamos e nos comunicamos e para alguns indivíduos a voz também é o instrumento de trabalho (ex.: cantores, jornalistas, radialistas, professores, dentre outros.

Ela alerta que sintomas como rouquidão, voz fraca, voz forte ou cansaço ao falar por mais de 15 dias deve-se procurar o fonoaudiólogo. “No Ambulatório do Arlinda Marques atendemos ao público infantil de 0 a 16 anos e meio de idade. Geralmente as crianças apresentam rouquidão e dor ao falar por gritarem, falarem alto e se esquecem de beber a quantidade adequada de água. Nosso atendimento acontece de segunda a sexta nos horários da manhã e tarde; de forma lúdica e em parceria com a família. Visando sempre o bem estar, e o mais rápido e melhor prognóstico”. Explicou.

Sobre a voz - A voz é o nome dado para o som feito com o uso das cordas vocais, seja pra falar, cantar, gritar, e etc. São necessários três mecanismos para gerar a voz humana: os pulmões, as pregas vocais da laringe, e os articuladores, como a língua, dentes, e os lábios. 

É produzido um fluxo de ar pelo pulmão, que é expulso pelo diafragma e passa pelas pregas vocais. Elas fazem uma vibração e transformam esse ar em pulsos sonoros, já os músculos da laringe são responsáveis por ajustar a duração e a tensão das pregas vocais, que adequam a altura e tom da voz. Por fim, o som é articulado e filtrado pelos articuladores.

Dependendo da emoção que a pessoa transmite, o tom da voz pode ser alterado de diferentes formas, seja para demonstrar raiva, surpresa, ou felicidade. Ela é usada também como instrumento de trabalho para os cantores. 

 

Dicas para cuidar da voz

 

· Abra bem a boca para falar;

· Procure falar suave;

· Fale pouco quando não sentir que sua voz está boa. Não adianta falar baixinho, você pode estar fazendo esforço do mesmo jeito;

· Não tente cantar mais forte do que os outros;

· Evite cantar quando estiver rouco;

· Evite cantar se estiver resfriado;

· Quando sentir secreção na garganta procure retirá-la sem fazer força e sem fazer som (pigarrear);

· Beba muita água (12 copos de água natural por dia). Você poderá saber se está tomando água suficiente observando a cor da urina que deve ser clara;

· Quando quiser tomar sorvete, procure engolir lentamente, esperando derreter um pouco;

· Procure usar calças que não apertem a cintura e nem gola de blusa apertada;

· Tenha uma alimentação saudável, leve, não condimentada;

· Procure se aproximar das pessoas para conversar e se tiver que chamá-las de longe use gestos, assobios, palmas, para não gritar.

· Evite competir sua voz com o barulho ou com as vozes das outras pessoas. Espere sua vez de falar;

· Durante a fala procure manter a postura reta para que a voz saia mais suave.

· Quando falar ao telefone, faça de conta que o ouvinte está ao seu lado;

· Evite: gelado, álcool, fumo, ambiente poluído;

· Cuide bem de sua saúde como um todo, pois qualquer problema no seu corpo pode influenciar na produção de sua voz.

·

· Curiosidades sobre a saúde vocal 

· O grito prejudica a voz?

· Sim. Não grite, não sussurre, não fale em excesso. Usar a voz em tom mais alto ou mais baixo que o habitual necessita um esforço maior, que pode provocar a formação de nódulos. Por isso, fale normalmente.

· Café em excesso diminui a hidratação das pregas vocais?

· O café faz com que a pessoa produza maior secreção no cordão vocal e comece a pigarrar. Normalmente está associado ao consumo de cigarro.

·

· O bocejo ajuda no relaxamento das pregas vocais?

· Sim. Esse relaxamento facilita a voz e ajuda a diminuir as tensões. Existe uma série de exercícios para relaxamento. Procure sempre um profissional.

· O ato de pigarrear gera um alto impacto das pregas vocais?

· Sim. O pigarrar pode ocasionar futuras lesões. É importante saber a causa deste pigarro. O excesso de muco na laringe pode ser decorrente do fumo, alergias respiratórias e desidratação. A produção demasiada desse muco é a defesa do organismo diante desses quadros irritativos. Não pigarre e beba bastante água.

 

 

 

 


Paulo Cosme