Abertura da Campanha da Fraternidade de Piancó, debate melhorias saneamento nas cidades do Vale

Abertura da Campanha da Fraternidade de Piancó, debate melhorias saneamento nas cidades do Vale

A Campanha da Fraternidade 2016 tem como tema “Casa comum, nossa responsabilidade”. O objetivo é alertar e chamar a atenção dos responsáveis da questão do saneamento básico no Brasil.

O lançamento da Campanha da Fraternidade 2016, em Piancó, aconteceu na noite desta quarta-feira(9).

O evento ocorreu na câmara de vereadores e contou com a partição do padre de Piancó Francisco das Chagas que, representou outras cinco paróquias, do pastor Tarcisio Curinga da Segunda Igreja Batista que, representou outras igrejas do segmento evangélico. Além do vice-prefeito de Piancó, vereadores, secretários municipais, representantes de ONGs, escolas, estudantes, empresários, grupos filantrópicos e dezenas de convidados.

Integrantes do Encontro de Jovens com Cristo(EJC), exibiram um vídeo mostrando a atual situação da falta de saneamento básico de alguns bairros da região. Durante o documentário os moradores pediram as autoridades uma solução para o problema.

Em seguida, alguns responsáveis falaram sobre o assunto e demonstraram preocupação diante dos fatos. Eles disseram que, conhecem a gravidade do problema e informaram que pretendem resolver a situação.

O vice-prefeito de Piancó Edvaldo Caldas, afirmou que o prefeito Sales Lima tem buscado e cobrado meios para sanar os problemas de saneamento básico e citou a construção de calçamento, entre outras atividades.

O secretário de infraestrutura Tota Militão, afirmou que o executivo vem realizando politicas públicas na cidade. Porém reconhece que precisa de tempo para resolver todos os problemas discutidos e debatidos. Ele lembrou que a situação já vem de anos anteriores, no entanto, confirmou que já realizou trabalho de infraestrutura na cidade e que está pronto para seguir com todos e encontrar soluções mais rápidas para os problemas apresentados.

O padre Francisco das Chagas lamentou a situação e cobrou das autoridades, uma saída para resolver a situação. O pároco disse que, a igreja através da Campanha da Fraternidade vai continuar esclarecendo a população todos os direitos que o cidadão tem e que seguirá ao lado da população cobrando melhorias.

Ele também parabenizou o debate e os participantes e disse que a igreja católica continuará vigilante.

 O pastor Tarcísio Curinga se mostrou preocupado diante dos fatos e também pediu que os problemas fossem debatidos e resolvidos.  José Rodrigues Filho presidente da ONG S.O.S Rio Piancó, a presidente do Rotaract, o EJC e os representantes das escolas, concordaram que todos os problemas debatidos devem ser solucionados, principalmente os que atingem os bairros periféricos.

 

Vale News PB