72% dos brasileiros estão insatisfeitos com o país, diz pesquisa americana

72% dos brasileiros estão insatisfeitos com o país, diz pesquisa americana

Uma pesquisa do Pew Research Center, instituto norte-americano que faz levantamentos sobre tendências e temas mundiais, apontou que 72% dos brasileiros estão insatisfeitos com a situação do país. O instituto divulgou o levantamento em sua página na internet. De acordo com a pesquisa, semanas antes dos protestos de junho de 2013, a parcela da população insatisfeita era menor que agora: 55%.

Ainda segundo o levantamento, 26% dos brasileiros estão satisfeitos com o país. O Pew Research Center ouviu 1.003 pessoas de todo o país entre 10 e 30 de abril deste ano.

A pesquisa abordou também as percepções da população sobre a Copa do Mundo. 61% acham que receber o torneio não é uma boa ideia porque tira dinheiro da saúde, educação e de outros serviços públicos. O instituto lembra que a qualidade dos serviços públicos era um dos motivadores dos protestos de junho do ano passado. No levantamento, 34% disseram que a Copa vai criar empregos e ajudar a economia.

Sobre o impacto do evento, 39% afirmaram que a Copa deve prejudicar a imagem do Brasil no exterior, enquanto 35% acham que vai melhorar a maneira como o país é visto.

Maiores problemas do país
Segundo a pesquisa, 85% da população consideram que a alta nos preços é um dos principais problemas do país. 83% consideram que a criminalidade e a saúde estão entre os maiores problemas. A corrupção dos políticos foi lembrada por 78%.

Em sua página, o Pew Research Center informou que esses problemas já estavam entre os mais citados pela população em pesquisa semelhante feita pelo instituto, em 2010.

Popularidade de Dilma
O instituto perguntou aos entrevistados se acham que a gestão de Dilma Rousseff é "uma boa influência" para o país. 52% responderam que sim. A pesquisa lembra que, em 2010, a taxa dos que responderam sim para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi de 84%.

Os entrevistados também avaliaram o desempenho de Dilma por área específica. O índice dos que desaprovam o desempenho de Dilma no tema corrupção é de 86%. A desaprovação do modo como a presidente lida com a criminalidade e com a saúde é de 85%. Depois, como itens em que a desaprovação de Dilma é maior, aparecem transportes públicos (76%), política externa e educação (71%).

Segundo a pesquisa, as taxas de aprovação de Dilma, assim como foram as de Lula, tendem a ser maiores entre os grupos da população com menor escolaridade e renda.

Apesar das taxas de desaprovação nos temas específicos, Dilma é mais bem vista pela população do que seus concorrentes nas eleições de outubro. Segundo a pesquisa, 51% têm uma "visão favorável" da presidente. O índice do senador Aécio Neves (PSDB-MG) é de 27% e o do ex-governador Eduardo Campos (PSB) é de 24%.

Instituições
Por fim, o Pew Research Center aferiu a percepção da população sobre instituições do país. A polícia é vista como uma influência positiva por 33%. Em 2010, esse índice era de 53%.

O governo federal é visto como uma boa influência por 47%, índice menor que 2010, quando era de 75%.

Para 69%, a mídia é vista como uma boa influência no país. Em 2010, a taxa era de 81%.

180 Graus