21 presos e 16 armas apreendidas em 24h

21 presos e 16 armas apreendidas em 24h

A articulação das forças de Segurança da Paraíba na prevenção e repressão qualificada à violência resultou em quatro operações policiais realizadas em menos de 24 horas no Estado. Ao todo, 21 pessoas foram presas e 16 armas apreendidas no Sertão, Brejo e Litoral Sul paraibanos.

Para o secretário da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, as ações demonstram a eficiência das Polícias. “Observamos que os trabalhos foram executados seguindo as diretrizes da nossa gestão, como a integração das forças. A presença das Polícias abrangeu várias localidades do Estado, do Sertão ao Litoral, contabilizando mais de 20 presos, drogas apreendidas e armas. Além da elucidação de crimes, as ações conseguem evitar que outros aconteçam, como no caso dos homicídios e crimes contra o patrimônio, quando grupos e quadrilhas são desarticulados. Nós focamos na gestão com resultados”, frisou.

Na região de Princesa Isabel, mais de 80 policiais da 5ª Companhia Independente da PM e a 16ª Delegacia Seccional da Polícia Civil cumpriram sete mandados, que resultaram na prisão de oito pessoas e na apreensão de sete espingardas, três revólveres, 39 munições intactas de vários calibres e uma pequena quantidade de maconha. A ação policial teve início na segunda-feira e terminou na madrugada desta terça-feira (29), abrangendo as cidades de Tavares, Juru, Água Branca e Imaculada.

Foram presos Jesus Cirilo, 56; Jonas Jorge da Costa, 55; Juarez Nunes Feitosa, 52; Paulo Amaro Rodrigues, 32; Ocleciton Rodrigues Barbosa, 28; Otaviano Barbosa da Silva, 65; e Luiz Ramos da Silva, 58; e ainda  Rodrigo Vicente Barbosa, 20 anos, era procurado pela polícia de São Paulo, por um homicídio cometido por ele naquele Estado.

Também no Sertão, na cidade de Patos, as polícias apreenderam um adolescente suspeito de assassinar outro adolescente, de 17 anos. O homicídio ocorreu na noite dessa segunda-feira (28) e o jovem foi detido em menos de 12 horas após o assassinato. Com ele, foi apreendida uma pistola que teria sido a utilizada para tirar a vida da vítima.

Na cidade ainda foi preso André Luiz da Cunha, suspeito da autoria de um triplo homicídio ocorrido na quinta-feira (24). O crime teve como vítimas Adeilton Leite Pereira, Francisco Tiburtino dos Santos e o filho dele Leandro Vicente dos Santos, mortos na localidade conhecida como Vila Teimosa. Com o preso ainda foi apreendida aproximadamente oito quilos de drogas e a arma utilizada nos homicídios.

No Curimataú da Paraíba, uma quadrilha que vinha atuando com a prática de vários furtos a residências foi desarticulada. O grupo foi preso em Cassarengue, por policiais da 2ª Companhia do 4º Batalhão e da 8ª Delegacia Seccional da Polícia Civil, durante operação realizada nesta terça-feira (29), onde foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão.

Faziam parte da quadrilha José Rogério Medeiros do Nascimento, de 40 anos; Fabrício Fernandes Ferreira, 21; Adelson Porfírio Barbosa, 20; e Fabiano Porfírio Barbosa, 22. Com o grupo, foram recuperados vários eletrodomésticos levados da casa de uma agente de saúde, no município.

No litoral Sul do Estado, a Polícia também elucidou um homicídio que teve como vítima a idosa Josefa Justino, de 63 anos. Ela teria sido morta por engano, a mando de Severina Maria dos Santos que, segundo as Polícias, fornecia armas e drogas a um grupo criminoso envolvido em  assassinatos e tráfico de drogas na região.

Danilo Gomes do Nascimento, Michael Douglas e Gustavo Henrique foram presos, além de Severina, e dois adolescentes foram apreendidos por participação no esquema criminoso. Segundo as investigações, Severina teria pago Danilo para executar o crime, mas um dos adolescentes teria apontado a pessoa errada. As prisões, além de elucidarem o assassinato da idosa, evitaram outros dois homicídios na região.

 

 

 

MaisPB