“Essa estrada não vai deixar de ser feita!”, diz diretor do DER/PB sobre impasse nas obras entre São José do Bonfim e Mãe D’água

“Essa estrada não vai deixar de ser feita!”, diz diretor do DER/PB sobre impasse nas obras entre São José do Bonfim e Mãe D’água

O diretor do Departamento de Estradas de Rodagens do Estado da Paraíba (DER-PB), Dr. Hélio Cunha Lima, se posicionou com relação ao impasse gerado pela família Mamede, que contesta obras de asfalto da PB 276 que liga as cidades de São José do Bonfim a Mãe D’água. A família quer indenização por uso de parte do sítio e construiu uma cerca na estrada dificultando a passagem de veículos.

Roberto Mamede, representante da família, relata que a empresa COSAMPA, que é responsável pelas obras de asfalto da PB 276, tem ignorado a posse das terras e feito modificações sem permissão dos proprietários do sítio que querem indenização e mudanças no projeto original da estrada.

 

A celeuma virou ação na justiça, além de revoltas pelo fechamento da estrada por parte dos donos da propriedade. Na última sexta-feira, dia 25, a estrada em frente a casa da família Mamede ficou fechada por algumas horas e só foi resolvido o impasse com a chegada da Polícia Militar.

“A gente vai tentar negociar amigavelmente. Por que não temos nenhum motivo para prejudicar ninguém. Caso contrário vai ser feito um decreto de desapropriação e a estrada será feita. Quero dizer apenas dizer a população de São José do Bonfim e Mãe D’água que a estrada será feita. Alguns proprietários se acham no direito pela terra ser dele no direito de prejudicar o desenvolvimento das cidades. Vamos negociar por um valor justo. Caso ele não queira será feito um decreto de desapropriação”, diz Dr. Hélio Cunha Lima.

 

Jozivan Antero – Patosonline.com