Ricardo é o único governador escolhido este ano para receber a comenda da Ordem Rio Branco

17/07/2013 20:41
O governador Ricardo Coutinho foi condecorado com a medalha de Grã-Cruz da Ordem de Rio Branco concedida a personalidades civis
O governador Ricardo Coutinho foi condecorado com a medalha de Grã-Cruz da Ordem de Rio Branco concedida a personalidades civis, empresárias ou militares que tenham por méritos e virtudes tornado merecedoras da distinção.
 
A admissão de Ricardo Coutinho a Ordem Rio Branco foi concedida pela presidente da República, Dilma Rousseff, Grã-Mestra da Ordem, por meio de um decreto admitindo assinado no dia 17 de maio pelo chanceler da Ordem, ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota.
 
Ricardo Coutinho foi o único governador admitido na Ordem Rio Branco pelos serviços prestados à população e ao Estado da Paraíba. Nesta edição 13 personalidades entre eles, três ministros de Estado, um governador, quatro Almirantes de Esquadra, três generais do Exércíto e dois Tenente-Brigadeiro foram admitidos como Grã- Cruz na Ordem de Rio Branco.
 
Foram promovidos ao grau de Grã-Cruz, pois já integravam a Ordem Rio Branco, o presidente da Câmara de Deputados, Henrique Eduardo Alves, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármem Lúcia, o vice-presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski e o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro João Augusto Ribeiro.
 
Barão de Rio Branco- José Maria da Silva Paranhos Júnior, Barão do Rio Branco, foi professor, político, jornalista, diplomata, historiador e biógrafo. Nasceu no Rio de Janeiro, em 20 de abril de 1845, e faleceu na mesma cidade, em 10 de fevereiro de 1912. Foi responsável por várias divisões territoriais com países vizinhos, como a do Acre, que ajudaram a definir o mapa do Brasil.
 
assessoria