Paraíba tem a terceira maior alta na expectativa de vida do País

05/08/2013 11:04

A expectativa de vida do brasileiro cresceu 11,24 anos entre 1980 e 2010. O crescimento entre as mulheres ficou em 11,69 anos, enquanto entre os homens a elevação atingiu 10,59 anos. No mesmo período, na comparação com o restante do Brasil, a Região Nordeste foi a que apresentou maior aumento na expectativa de vida. As informações fazem parte da pesquisa Tábuas de Mortalidade 2010 – Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e analisam resultados sobre a esperança de vida por sexo e compara informações sobre as regiões do país e dos estados.
Na Paraíba, os números são positivos. O Estado está em terceiro lugar no País com maior expectativa de vida nos últimos 30 anos, com 14,2 anos a mais, saltando de 57 anos, em 1980, para 71,2, em 2010. O Estado perde para Pernambuco e Rio Grande do Norte. A Paraíba, que tinha a terceira mais baixa esperança de vida ao nascer do país, em 1980 (57 anos), ganhou no período de três décadas um incremento de 14,2 anos de vida a mais, subindo oito casas na estatística nacional, alcançando a marca de 71,2 anos de idade, em 2010. Essa longevidade cresceu principalmente pelo aumento de 15 anos na esperança de vida das mulheres paraibanas, que passou de 60 anos, em 1980, para 75, em 2010.

Em 1980, o nordestino tinha a taxa mais baixa do país (58,25 anos). No período de 30 anos houve elevação de 12,95 anos e, em 2010, atingiu 71,20 anos. De acordo com o IBGE, o crescimento foi decorrente, principalmente, do aumento de 14,14 anos na expectativa de vida das mulheres nordestinas, que passou de 61,27 anos em 1980 para 75,41, em 2010.

O trabalho utiliza dados do Censo Demográfico 2010, das estatísticas de óbitos obtidos no Registro Civil e do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do ministério da Saúde para o mesmo ano.

 

Fonte: Agência Brasil com Redação Paraíba Total