Hugo Motta confirma gastos em Universidade de Harvard e emite nota

08/08/2013 10:52

1293714085Em resposta à matéria veiculada na manhã desta quarta-feira (07) pelo Click PB, a assessoria do deputado Hugo Motta emitiu uma nota explicando os gastos de 2013 com verba indenizatória concedida pela Câmara dos Deputados.

O parlamentar justificou os gastos na universidade americana como sendo necessária e de utilidade para a sociedade brasileira.

Confira a nota na íntegra:

Prezados Jornalistas do portal Click PB,

 De acordo com a matéria veiculada neste Portal, na tarde desta quarta-feira (7) intitulada: “Deputado da Paraíba usa verba indenizatória para pagar “Harvard University” nos States”, induzindo o leitor a julgar que utilizei a verba indenizatória (prerrogativa de todos os parlamentares) para custear curso de interesse particular, venho por meio desta nota esclarecer algumas informações.

Primeiramente quero informar que desde março de 2011 integro a Frente Parlamentar da Primeira Infância, na Câmara dos Deputados, coordenada pelo deputado Osmar Terra (PMDB-RS) que tem como principal objetivo o aperfeiçoamento da legislação sobre a primeira infância no Brasil.

Em fevereiro deste ano, fomos convidados pelo Núcleo Ciência Pela Infância a participar do segundo Programa de Liderança Executiva no Desenvolvimento da Primeira Infância, onde parte dele foi realizado na Universidade de Harvard e outra parte no INSPER, em São Paulo.

Diante da importância do assunto e das discussões do grupo da Frente Parlamentar, não somente eu, Hugo Motta, como os demais integrantes da Frente Parlamentar, julgamos necessária nossa participação neste Programa que teve como resultado a elaboração de um plano de ações que segue em anexo a esta nota.

Dessa forma, quero deixar esclarecido que o curso o qual participamos e custeado pela Câmara dos Deputados, visa não o benefício próprio, mas o benefício da população brasileira quando conseguirmos consolidar o Marco Legal da Primeira Infância, atualizando e complementando os dispositivos legais que dispõem sobre o cumprimento dos direitos da criança de até seis anos de idade.

 Estando certo de que obterei o direito de resposta, despeço-me.

 Atenciosamente,

Hugo Motta

Deputado Federal PMDB-PB

Fonte: Clickpb