Conexão 3G móvel na Paraíba é uma das piores do Brasil, diz pesquisa

09/08/2013 14:33
Conexão 3G móvel na Paraíba é uma das piores do Brasil, diz pesquisaA Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) divulgou o resultado de uma pesquisa, onde foi avaliada a qualidade dos serviços de conexão 3G prestados na Paraíba pelas quatro principais operadoras de telefonia do país. A avaliação ficou a desejar  e revela que que essas empresas não entregam a qualidade de serviços prometida ao consumidor.
 
Na Paraíba, a região norte do Estado tem uma das piores coberturas do país; e, na região de João Pessoa, também há muitas dificuldades para navegar com rapidez utilizando essa tecnologia de alta velocidade. No geral, as capitais apresentam resultados melhores, quando  comparados com análises feitas no interior do Brasil. Isso também ficou evidenciado no comparativo entre João Pessoa e os outros municípios.  
 
Um dos responsáveis pela pesquisa, Eduardo Vieira, revelou que os problemas são piores nas estradas de todas as regiões do país. O melhor resultado foi obtido durante conexão no bairro do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde a velocidade marcou 7.269 kb/s, com a operadora Vivo.
 
Essa velocidade  mas o número ainda é muito baixo, quando comparado com as marcas atingidas na Europa, onde os consumidores conseguem picos de 20.000 kb/s a preços bem menores. “É como se vivêssemos num país de quarto mundo. Quando se fala em tecnologia 3G por aqui, é extremamente deficiente e será vergonhoso acompanhar isso durante os grandes eventos esportivos que estão marcados para ocorrer no Brasil”, destaca.
 
O especialista afirma que os problemas com a conexão 3G se devem ao excesso de pessoas aderindo ao serviço e que as operadoras não estão oferecendo a capacidade necessária que atenda satisfatoriamente à demanda. “Um exemplo de sobrecarga de utilização é no reveillon, que não conseguimos fazer ligações porque há um grande número de clientes utilizando a telefonia ao mesmo tempo. Ocorre algo parecido com a tecnologia 3G. São poucos equipamentos para esse tipo de conexão e muita gente acessando ao mesmo tempo”, explica.
 
A má qualidade na oferta do 3G pode ser constatada pelos usuários de telefonia na Paraíba. O jornalista César Araújo afirma que usa a Tim em João Pessoa com uma conexão razoável, mas tem muitas dificuldades no interior. “Na Capital consigo ver vídeos online no meu celular, mas em Campina Grande é impossível; quase não funciona”, comentou.
 
O enfermeiro Edson Lira utiliza a Claro e apesar de ter acesso frequente às redes sociais, reclama que a conexão 3G é lenta. “Não é das mais rápidas. Nem sempre consigo conectar com facilidade”, disse.
 
A partir dos resultados obtidos, o especialista Carlos Eduardo disse que é possível organizar um ranking que mostra a posição das operadoras de acordo com a qualidade prestada na oferta do 3G. Ele explica que, em média, a Vivo é a melhor, seguida pela Tim. Nesse ramking, a Oi apresenta os piores resultados.
 
Carlos Eduardo Vieira disse que a Proteste vai “exigir das operadoras as providências que devem ser tomadas para que, finalmente, possamos encontrar qualidade no sinal 3G”.
 
O levantamento completo com os resultados da pesquisa da qualidade do 3G em todo o país pode ser conferido no site da Proteste.
 
3G
 
3G é uma sigla que se refere à 'terceira geração' da telefonia. A tecnologia permite melhoria na transmissão de dados e voz, com aumento de velocidade, o que amplia a quantidade de recursos que podem ser explorados por dispositivos móveis, como vídeochamadas, transmissão de sinal de televisão, entre outros serviços.
 
As informações foram confirmadas pelo especialista em tecnologia da Proteste, Carlos Eduardo Vieira, nesta sexta-feira (09), durante entrevista ao programa Correio Debate, da 98 FM.
 
Fonte: portalcorreio