Buba decide se filiar ao PPS e poder substituir esposa na disputa pela AL

14/07/2013 10:56

O ex-prefeito de Picuí e presidente da Federação dos Municípios do Estado da Paraíba (Famup), Buba Germano, decidiu qual rumo tomar em direção as eleições de 2014. Com o projeto de sair candidato a deputado estadual, o ex-tucano vai seguir os mesmos caminhos da mulher, Gilma Germano, e vai se filiar ao PPS. A migração já foi, inclusive, comunicada a cúpula do PSDB, seu antigo partido.

 

“Não faz sentido eu estar em um partido e ela em outro. Tenho prazo, ainda não me desfiliei do PSDB, mas já avisei ao senador Cícero Lucena que devo fazer isso. É um processo natural e sem traumas”, disse ele durante entrevista ao Tambaú Debate da TV Tambaú e Nova Tambaú FM.

 

Buba antecipou que, conforme conversar mantidas com o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, a permanência de Gilma Germano no comando da legenda é dada como certa. “Já conversamos com o presidente nacional, Roberto Freire, e a tendência é que Gilma seja mantida na presidência. O diretório estadual não deve mudar”, revelou Buba.

 

Buba Germano tem confirmado também em entrevistas sua intenção de substituir, como candidato em 2014, a mulher Gilma na cadeira da Assembleia, "a depender da vontade do povo, é claro", ressalva.

 

PPS e PMN estavam prontos para sofrer mudanças com a fusão que seria realizada entre os dois partidos que se transformaria no Mobilização Democrática (MD). Porém, com o fim da fusão, as siglas devem permanecer com os mesmos comandantes até as eleições do próximo ano.

Fonte: Portal ASN